qui. out 21st, 2021

Ponto de vista:

Imigrantes japoneses e imigrantes brasileiros

Vale a pena uma reflexão sobre as diferenças das trajetórias dos imigrantes para o Brasil e imigrantes brasileiros para o Japão para podermos traçar um futuro melhor para os nossos filhos que vivem no Japão.

A mais importante diferença entre esses dois movimentos é o fato de que:
Os japoneses, após conseguir obter dinheiro nos cafezais, compraram terras no Brasil para o seu próprio plantio, tornando-se independentes dos colonos, ou seja, trabalharam para colher frutos do próprio plantio.

Os brasileiros que na grande maioria continua trabalhando em fábricas, não possuem terrenos próprios (ou fábricas próprias) como fizeram os japoneses. “Continuamos colhendo frutos dos pomares alheios e para eles, não do seu próprio plantio para si”.

Enquanto os japoneses foram conquistando seu espaço como donos dos próprios negócios, muitos continuam sendo empregados dos japoneses.
Se pensa em permanecer no Japão, que tal pensarmos sobre como mudar essa situação?
Se na primeira geração de brasileiros ainda não conseguimos,que tal investir na qualificação e planejamento de carreira para a segunda geração?
A segunda geração de brasileiros estão entrando para o mercado de trabalho sabendo dos costumes e rompendo barreira do idioma mas ainda sofrem com outras barreiras.

O Projeto INTEGRA e Projeto Tenshoku Shien foi criado para para contribuir a superar as barreiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *