qua. jul 6th, 2022

Doação de Sangue no Japão

Por que doar?

No Japão, devido aos efeitos da queda da taxa de natalidade e do envelhecimento da população, o número de idosos que precisam principalmente de transfusões de sangue está aumentando e o número de jovens está diminuindo. Para continuar a fornecer sangue aos pacientes de maneira estável, precisamos entender e cooperar com a geração mais jovem de doações de sangue.

Quem pode doar?

  • Idade: 17-69 anos (homens) e 18-69 anos (mulheres)
  • Peso mínimo: 50 kg ou mais (homens e mulheres) para doações de 400 ml. Homens com mais de 45kg e mulheres com mais de 40 kg podem fazer as doações de 200 ml.
  • Não podem doar as pessoas que foram diagnosticadas com:
  • HIV, sífilis, hepatite C, malária ou doença de Chagas; grávidas ou que estejam amamentando; receberam transfusão de sangue, transplantes de tecido ou medula; passaram por: tratamento dentário que resultaram em sangramento ono últimos três dias; que entraram no Japão nas últimas quatro semanas; que estejam com resfriado ou grupo; ingerido bebidas alcóolicas nas 12 horas que antecedem a doação; tatuagem ou piercing feita nos últimos 12 meses.

Onde posso doar?

Locais para a doação de sangue: hospitais ou centros da Cruz Vermelha do Japão. Há também ônibus da instituição que passam pelas cidades para receber as doações. Veja os detalhes sobre os locais no site: http://www.jrc.or.jp/donation/ (em japonês0

Antes de doar:

① Tenha uma boa noite de sono

② Alimente-se bem

③ Evite comidas gordurosas

④ Beba líquidos

⑤ Seja sincero no questionário preliminar

 

Depois de doar sangue:

① Não tenha pressa

② Reabasteça seu corpo

③ Não fume

④ Evite bebidas alcóolicas

⑤ Pegue leve

Fique por dentro!

Seja informado sobre novos artigos.

Veja mais:

Carreira

Assessoria Total para Empregos Efetivos

Assessoria Total para Empregos Efetivos, nasceu da necessidade de encontrar soluções para trabalhadores estrangeiros que buscam empregos estáveis, profissionalizantes ou profissionais. Consiste em buscar junto a empresas japonesas a admissão direta e como FUNCIONÁRIOS EFETIVOS (SEISHAIN). Ao contrário do que acontece atualmente com empregos temporários através das “empreiteiras” ou “hakengaisha”, o SEISHAIN é o modelo de contratação tradicional de um pouco mais de 60% dos trabalhadores do Japão. Oferece como admissão direta, sem limite de prazo no contrato, com todos os benefícios sociais, treinamento técnico por conta da empresa e oportunidade de ascensão na carreira, além de outros benefícios extra salariais. Outra vantagem de ser um FUNCIONÁRIO EFETIVO é o

Artigos

Reflexão sobre os 30 anos de Japão

Em 2020, completa-se 114 anos da imigração japonesa no Brasil e 30 anos da alteração na Lei de Imigração japonesa que deu início à formação da comunidade brasileira no Japão. No começo éramos todos funcionários efetivos. A migração de brasileiros descendentes de japoneses havia começado timidamente no final da década de 1980. Os que vieram naquela época, tiveram saldos super positivos e fizeram a fama de que trabalhar no Japão era a solução para o enriquecimento rápido e certeiro. Resultou em movimento dekassegui dos anos 90 onde em apenas 5 anos, em 1995 somava quase 150.000 pessoas em todo o Japão. E assim foi crescendo até chegar a alcançar cerca

Deseja receber orientação gratuita?

Orientação de vida e carreira no Japão!